CAPITÃO FALCÃO

Na Gravosfera não temos nada a esconder. Se as rotas não estão no ponto e têm uns spots problemáticos deixamos a nota. Mas se uma rota é espetacular e praticamente imaculada também damos a dica. É o caso da 'CAPITÃO FALCÃO'. Na nossa humilde opinião - que percorremos todas - é a rota em que o 'FUN INDEX' está no máximo! O mesmo se aplica à qualidade das superficies 'gravel'. Embora não tendo a espetacularidade paisagística que é proporcionada nos territórios montanhosos, o Alentejo tem o seu brilho e a proporção elevada de sectores gravel - a bater nos 70% - faz magia. Há um big bónus: a 'CAPITÃO FALCÃO' tem partnership com o '4Bs - Castro Verde', que é o base camp da Gravosfera nas rotas do Sul, com soluções para alojamento, alimentação e suporte. De aventureiros para aventureiros, por quem foi um pioneiro no panorama gravel nacional. Deixamos uma nota: Castro Verde será brevemente a capital nacional do gravel. Fiquem atentos! A rota 'CAPITÃO FALCÃO' - com os seus 106 quilómetros e mais de 1.000 metros de acumulado - está classificada com um grau de dificuldade TROPOSFÉRICO (1/5) na escala Gravosfera.

ABASTECIMENTO

  • KM 16/106 (15/100%) | Localidade: Rosário | Cafés
  • KM 40/106 (38/100%) | Vila: Almodôvar Ruiva | Cafés
  • KM 53/106 (56/100%) | Santa Clara-a-Nova | Cafés
  • KM 55/106 (XX/100%) | Gomes Aires | Café

PONTOS DE ALERTA

  • KM 0 -106 | Eventuais encontros com 'canitos' ao longo da rota - stay calm & have fun!

'O Alentejo é plano e todo igual' - Se é esta a ideia que tens desta região, prepara-te para uma valente 'bofetada' e lição dadas por este território. É verdade que não estás numa Serra da Estrela ou algo parecido, mas aqui não há lugar para pasmaceira ou até mesmo para fazer uma sesta. Enumerar os troços gravel ao longo da rota seria um erro, pois perderíamos facilmente a conta. Destacar os melhores também não é um exercício fácil. A mero título exemplificativo, mencionamos o troço 'Sarilhos - Santa Clara-a-Nova' pelo carrossel orográfico, por se inserir num contexto bastante remoto e despovoado, assim como pelos pontos de interesse arqueológico nas imediações. A este propósito, de assinalar que a experiência na 'CAPITÃO FALCÃO' não se limita à componente velocipédica. Tratam-se de territórios com marcas deixadas por várias culturas ao longo do tempo: desde os romanos, passando pela presença islâmica, até, claro, à manifestação da robusta identidade do povo alentejano. A rota/desafio 'CAPITÃO FALCÃO' tem ponto de partida e chegada oficial na vila de Ourique - mas qualquer ponto da rota é válido para se iniciar/terminar esta aventura por terras do Baixo Alentejo.

'CAPITÃO FALCÃO' PARTNER:


RIDERTEMPOPONTOS
011MV04:09:4911
017LS04:25:2811
043JA04:26:0711
065MB04:30:496
033LR05:00:296
060RC05:39:004
098SR06:43:084
035AR06:47:152
103LL07:50:202
104PC07:50:202